Painel 5 – Matas Ripárias

Matas Ripárias


INTRODUÇÃO

Em São Carlos, que não existe mais mata ripária nos córregos, apenas nas nascentes, boa parte já foi desmatada e por isso não existe muito.

A área original de mata ripária correspondia a 54% em relação a diferentes tipos de vegetação da região. Atualmente, esta área corresponde a 1,09%.

O município de São Carlos possui cerca de 700 nascentes registradas, 100 delas na área urbana. Como por exemplo a nascente do córrego do Tijuco Preto, Córrego do Medeiros, Mineirinho e Água Quente é urbana e desemboca no Rio Monjolinho, o Córrego Santa Maria do Leme tem suas nascentes localizadas em áreas rurais e urbana.


DIFERENÇA ENTRE RIO, CÓRREGO E RIBEIRÃO

Você sabe a diferença entre eles? 

Rio: É um curso d’água natural de grande volume;

Córrego: É um rio pequeno que pode desaguar em outro córrego, rio ou lago;

Ribeirão: É um curso de água maior que um riacho/córrego e menor que um rio.


VEGETAÇÃO

Importante lembrar que nos córregos ocorre a mata galeria, sendo ela mais densa e praticamente bloqueando a passagem de luz para a água por ser de estreito porte.

O solo encontrado nessas zonas são hidromorfos (solo de pântano), com média fertilidade, rico em matéria orgânica parcialmente decomposta e muitos ácidos.


FAUNA


PROBLEMAS

Desmatamento dessas áreas para a agropecuária e principalmente para o plantio de açúcar, pois o solo dessas regiões é muito fértil e bom para o plantio; na cidade essas áreas dão lugar a urbanização.  

Mas qual é a multa para quem desmata APP? Possui uma multa que pode ser fixada de R$ 5.000,00 a R$ 50.000,00, por hectare ou fração destruída.