O FALCÃO MALTÊS

The Maltese Falcon, EUA, 1941, Suspense, 101 minutos

Direção: John Huston

Elenco: Humphrey Bogart, Mary Astor, Peter Lorre, Elisha Cook Jr., Lee Patrick

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos

Contém: Violência

Onde encontrar: YouTube, Vimeo

Dirigido por John Huston, ator e diretor americano, este filme, também conhecido no Brasil como Relíquia Macabra, é um ícone da categoria de filmes conhecidos como Noir, um gênero que teve seu auge justamente no cinema americano, que na época esbanjava e exportava suas obras para o mundo todo. A história dá grande enfoque à investigação policial que ocorre continuamente no filme, captando rapidamente a atenção do espectador ao mesmo tempo em que explora a parte mais íntima de seus personagens, com seus comportamentos, conversas e tudo mais, isso tudo sempre no ambiente de penumbra, sombrio e tenso.

O longa se passa nos Estado Unidos da década de 1940, contexto em que acompanhamos o protagonista detetive particular Sam Spade, que acaba de ser contratado pela belíssima Brigid O’Shaughnessy para seguir um homem o qual ela afirma que raptou sua irmã. Neste começo, é o parceiro de Sam que desempenha a tarefa, porém é encontrado morto logo em seguida.

Dessa maneira, não demora muito para a própria polícia começar a suspeitar de Sam, que agora terá de lidar com várias questões para começar a reunir suas pistas. Spades então começa a criar uma rede de contatos com seus suspeitos onde nem a própria Brigid consegue escapar da observação dele. Conforme esses novos personagens naturalmente vão surgindo na trama, o detetive nota que Brigid está ocultando informações muito importantes, passando a não confiar mais nela, mas continua o contato com a bela moça. Trata-se de um filme muito inteligente, com diálogos em que podemos observar bastante jogo de cintura do protagonista, além da sua grande esperteza e genialidade nos momentos em que vai tomar decisões fundamentais para a resolução do mistério e das conversas mais carregadas em termos de investigação policial, o que é muito interessante.

Assim, a trama se desenvolve de maneira bastante clara, salvo alguns contextos em que as discussões ficam bastante acaloradas. Mas ainda assim, a compreensão do filme se dá de maneira imediata, mesmo envolvendo todo esse mistério em sua narrativa, ou até mesmo na hora em que vai explorar seus personagens sob a precisa lente do detetive Spades. Mesmo assim, o filme não se torna tedioso, tão pouco raso ou superficial em nenhum momento.

Trata-se de um clássico da categoria de filmes Noir, que os representa muito bem, além de ser um filme reconhecido e ter sido indicado para o Oscar nas categorias de melhor filme, melhor ator coadjuvante e de melhor roteiro adaptado. Sem dúvida, uma espetacular obra que não pode estar de fora da lista de quem busca conhecer os filmes Noir.

Thiago Freire Nascimento