Experimentação no Ensino de Ciências I

Responsável: Rafael Cava Mori

Objetivos

Abordar a utilização da experimentação como metodologia para o ensino de ciências com base no estudo de diferentes perspectivas teóricas. Discutir distintos padrões discursivos inerentes às atividades realizadas em laboratórios didáticos de ciências.

Metodologia

Aulas expositivas, discussão de textos, resolução de exercícios, análise de roteiros de aulas de laboratório e de episódios de ensino realizados em espaços didáticos dessa natureza.

Conteúdo Programático

  • Modalidades de atividades experimentais no ensino de ciências.
  • Objetivos da experimentação no ensino de ciências.
  • Padrões discursivos de professores de ciências em atividades experimentais.
  • Novas tecnologias de informação e comunicação em aulas experimentais.

Bibliografia

ALEIXANDRE, M.P.J.; OTERO, J.R.G.; SANTAMARIA, F.E.; MAURIZ, B.P. Actividades para trabajar el uso de pruebas y la argumentación em ciencias. Santiago de Compostela: Danú, 2009.

CARVALHO, A. M. P. (Org.). Ensino de ciências por investigação: condições para implementação em sala de aula. São Paulo: CENGAGE Learning, 2013.

GIORDAN, Marcelo. Computadores e linguagens nas aulas de ciências. Ijuí: Editora Unijuí, 2008.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. “Oficinas temáticas no ensino público: formação continuada de professores” coordenação de Maria Eunice Ribeiro Marcondes. São Paulo: FDE, 2007.

TOMAZELLO, MARIA GUIOMAR CARNEIRO; SCHIEL, DIETRICH (org.). O livro da experimentoteca. V. 2. São Paulo: CDCC/USP, 2000.