CREPÚSCULO DOS DEUSES

Sunset Boulevard, EUA, 1950, Drama, 110 minutos

Direção: Billy Wilder 

Elenco: William Holder, Gloria Swanson, Nancy Olson, Erich von Stroheim e Archie Twitchell

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS

Onde encontrar: YouTube, TudoHD 

Uma obra que retrata a vil realidade de Hollywood, Crepúsculo dos Deuses conta a história de Joe Gillis, um roteirista fracassado com sufocantes dívidas do apartamento e do carro que, ao fugir de seus cobradores, encontra refúgio na casa de uma antiga, e esquecida, estrela do cinema mudo, Norma Desmond, que sonha em voltar ao estrelato.

O filme se inicia mostrando o assassinato do nosso protagonista, e decorre mostrando como ele chegou a esse fatídico fim. O enredo se inicia com a busca de Joe por algum dinheiro para pagar as suas dívidas e fuga de seus cobradores, onde acaba parando na mansão supostamente abandonada de Norma. Inicialmente a ex-atriz o confunde com um outro funcionário que iria fazer o enterro de seu chimpanzé de estimação, porém enquanto conversavam e Joe se apresenta como roteirista, percebe a oportunidade de arrecadar um dinheiro fácil corrigindo um roteiro de Norma, mas isso se mostraria uma tarefa árdua e muito difícil.

Toda a história gira em torno dessa relação recém-construída por ambos e pela vivência do antigo pobretão Joe nessa nova vida de luxo e enormes mordomias proporcionadas por Norma, que por vezes irrita e frustra Joe, acaba por se sentir inferior e até mesmo incapaz por não ser o provedor da casa.

O filme é bastante fiel à realidade ao retratar o lado real, e muitas vezes escondido das pessoas que tentam a vida em Hollywood. Muitas vezes não consegue toda a glória e glamour que tanto buscavam e acabam por não sucumbir à engrenagem do show business hollywoodiano.

Trata-se de um filme muito bem dirigido e com uma história envolvente onde, mesmo sabendo que fim se dariam aos protagonistas, faz com que o espectador continue assistindo para saber como chegará a tal fim. Como de costume ao gênero drama, é inevitável o envolvimento com as personagens que, por mais insanas que sejam as suas aspirações, comovem e instigam durante toda a história.

Lucas Reis