Auroras Polares – v.3

TÍTULO AURORAS POLARES – v.3
ÁREA Física
SUBÁREA Óptica
PRODUTORA IFSC – Grupo de Óptica / PROVE – Produção de Vídeos Educacionais
TEMPO 5
ANO DE PRODUÇÃO 1998
SINOPSE A interação de cargas elétricas positivas e negativas provenientes do Sol são responsáveis pelo efeito de uma luminosidade nas camadas mais altas da atmosfera, cerca de 100 Km de altura, quando elas entram nos campos magnéticos da Terra nos pólos. Os primeiros estudos vieram com Edmund Halley no século XVII, mas compreensão do fenômeno por completo deve-se a Elias Lomis no fim do século XVIII, ao estabelecer a conexão da atividade solar com a ocorrência das auroras boreais (Norte) e auroras austrais (Sul). A intensidade das auroras é proporcional à intensidade do vento solar proveniente da atividade solar e que venha atingir o planeta Terra.
Número Fita 562