Logo e link para a página inicial do CDCC
CENTRO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURAL
Facebook YouTube

Dia 19 de agosto de 2017, às 20 horas

Céu e Inferno

Tengoku To Jigoku, Japão, 1963, Drama, 143 minutos
Direção: Akira Kurosawa
Elenco: Toshiro Mifune, Kyōko Kagawa, Tsutomu Yamazaki

Toshiro Mifune

A obra se passa no Japão pós-segunda guerra, e retrata o sequestro de Shinichi, filho único do chofer Aoki. O sequestrador, por sua vez, exige a exorbitante quantia de 30 milhões de ienes que devem ser pagos pelo empresário Kingo Gondo, diretor de uma grande fábrica de sapatos e chefe de Aoki. Dividido entre o garoto e sua fortuna, Kingo deve escolher entre salvar a criança ou garantir seu futuro como maior acionista da empresa.

O filme se encontra dividido em duas partes, onde a primeira gira em torno do sequestro e a segunda ao redor dos desdobramentos do caso. O diretor Akira Kurosawa parte desta premissa para criar um retrato social do Japão.

A primeira parte do filme se passa no céu, que é a luxuosa casa do senhor Gondo. O espectador se encontra, durante uma hora, preso em meio ao luxo e ao conforto onde de certa forma, nada pode atingir aqueles que detêm o direito de ficar nele. Tal afirmação se mostra verídica devido ao fato do sequestrador falhar em raptar o filho do casal Gondo e acabar capturando o filho do chofer da família. O senhor Aoki, mesmo sendo um habitante do paraíso, pode ser atingido pelos males vindos do inferno, pois ele é apenas um intruso no céu burguês.

A segunda parte se passa no inferno, que são os subúrbios e sarjetas do Japão pós-guerra. O espectador sofre uma queda abrupta, não se encontra mais preso em uma bela casa onde somente alguns escolhidos podem viver, mas sim em uma grande área aberta cercada pelos mais diversos tipos. Os habitantes deste meio são os excluídos, dispensados pelo céu e condenados a carregar seus próprios demônios. Traficantes, prostitutas, viciados são algumas das pessoas que compõem o inferno, homens e mulheres explorados que possuem quase nada além das roupas que revestem os seus corpos.

Céu e Inferno é muito mais que um filme de detetive, o próprio sequestro perde importância perante o exorbitante contraste que o diretor mostra ao espectador servindo apenas como motor para impulsionar a trama.

Miguel Lopes da Silva Filho

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Tema: Sequestro
Contém: Exposição de cadáver

Após a exibição deste filme, haverá um bate-papo mediado pelos monitores do Cineclube.
Participe e dê sua opinião!

TRAILER